15.6.10

Carta de reclamação

Tenho de te dizer. Para não sufocar. Para não te sufocar. Que já chega de estar sempre alerta. De medir cada palavra e cada acto. E que já chega de fazê-lo sozinho. Já chega que o esforço seja de sentido único. De dizeres o que queres. De fazeres o que queres. E de eu (ter de) aceitar e compreender. Chega de seres inconstante. De nublares o sol de repente - sem eu saber a razão. sem ser ouvido e consultado. Ou sequer levado em conta. Chega de assumires que é esse o teu feito, e que eu tenho de aceitar - porque sim.

Não basta dizeres que gostas de mim. Tens mesmo de o (com)provar. Todos os dias. Pela compreensão. Pela capacidade de encaixe. Por me saberes imperfeito. Por me quereres imperfeito.

Sim, eu sei que gostar de alguém é aceitar os seus maus momentos. As ocasionais injustiças. Porque se quer perfeito. Mas sim, eu tenho o direito de reclamar por ser apanhado de surpresa. Constantemente. De amares e sorrires. De refilares e amuares. E eu não descortinar as fronteiras. Entre o que se deseja - e o que se tem de aceitar. Admito. Há momentos em que duvido. Que isto vá funcionar. Que nós funcionemos. Mesmo que sejam breves, essas momentos aparecem. E temo que esses momentos vão se multiplicando e abarcando cada vez mais tempo. E que possam ser períodos... Não quero sequer pensar na possibilidade de esses momentos-períodos poderem alguma vez ser fases. Desculpa, mas isso não posso aceitar. Por ti. Mas principalmente por mim. Sou egoísta. Devo ser. Devo tentar ser. Mesmo que agora (ainda) não consiga ser. E que acabe por relevar sempre estes testes à minha paciência. Tenho mesmo de ser mais exigente.

R.

2 comentários:

HelenaJSM disse...

Bem...essa tua carta de reclamação é quase um abanão para acordares alguém,alguém que está a perder-te aos poucos.
Imagino que tenha sido escrita num momento de sofrimento para alguém que amavas mto. Nota-se.

Beijinhos,anjo !!!

Pensamentos disse...

Seu blog tem a douçura e uma breve leveza você relata os fatos com muita nobreza parabéns jeffinhoaa@hotmail.com por favor se puder ao menos ler o que escrevo já ficarei grato muito obrigado