15.5.10

Desejos de aniversário

Por vezes a nossa imaginação fica presa... quando nenhuma palavra é suficiente para transmitir o sorriso que se quer oferecer. Sim, que melhor presente de aniversário poderia ofertar que não o meu sorriso rasgado e um piscar de olho atrevido? Haverá melhor dádiva do que oferecer-me a mim próprio? A minha presença e prazer. De te poder tocar ao de leve. E expressar-te o que sinto. E o que quero para ti.

Não vou repetir o que habitualmente todos dizem por convenção. Textos repetidos, e apenas por vezes sentidos. Estas poucas frases roubadas ao silêncio que agora sangro no papel, embora curtas, são o que melhor pode expressar os meus desejos para ti. O desejo de que possas continuar a alimentar essa sede de vida. O desejo de que ouses arriscar para poderes provar nem que seja um pouco da aventura que procuras. O desejo de que realmente dês o passo em frente de seguir os rumos que a tua emoção te exige. O desejo de saber que ganhaste sorrisos e lágrimas, carícias e cicatrizes de tanto viveres e arriscares. O desejo de que saibas sentir o prazer dos sentidos: as fotografias e as melodias, os sabores e os cheiros, o toque no corpo... O supremo gosto de deixar que a nossa imaginação nos guie - nem que seja por momentos...

...E sabes, também ouso ser egoísta neste teu dia. Desejo que eu possa acompanhar a tua jornada - de que forma for - mais perto ou mais longe. Mas sempre próximo. Sempre mantendo intacta esta linha invisível que nos une. Sempre alimentando esta ânsia de saber mais sobre ti - de aprender contigo - de te ensinar mais. Sempre alimentando este gosto de ti.

À falta do abraço e beijo e sorriso e olhar, ficam estes abraços e estes beijos e estes sorrisos e estes olhares que daqui te mando. Em troca, apenas te peço que por segundos (um, dois, os que forem...) penses na minha oferta. Nesta que aqui deixo. E que possas esboçar um sorriso - que saberei que é só para mim.

R.

1 comentário:

HelenaJSM disse...

A pessoa para quem escreveste este texto deve ter sido alguém mto especial,só pode! Lindo !!!