9.4.09

O prazo de validade da dor

será que existe um prazo de validade para a dor? para sentirmos que a perda é agora uma memória menos simpática - mas já não um punhal que nos dilacera o coração? em que já colocámos o adeus como palavra do passado? em que não acordamos a repetir o mesmo adeus vezes sem conta? será que a dor só desaparece, só se transforma em recordação, quando um novo amor aparece? será que somos assim tão dependentes de afectos? de carinhos no corpo e na alma?

a verdade é que respostas tenho poucas para as inúmeras perguntas que me coloco. sei apenas que, por mais que digamos o contrário, iremos sempre correr sem defesas para um novo amor. mesmo aqueles em que o fim é desde logo adivinhado. em que sabemos que não irá durar... se calhar guardamos a secreta esperança de que desta vez será diferente. que hoje irá ter um resultado positivo. e que este hoje perdurará até... bem, até a um dia longínquo que agora não concebemos.

a dor tem a validade da nossa emoção. nunca poderemos afastar a angústia de um coração que está aberto aos outros. se queremo-nos dar a outra pessoa - seja ela quem for - teremos de estar preparados para a dor. para a inevitabilidade da perda. para essa possibilidade. não que isso nos afaste da busca pela "alma gémea". ou, pelo menos, da busca por alguém que nos entenda. a quem não precisemos de falar para transparecer tudo o que temos cá dentro. da busca por aquela pessoa por quem estejamos dispostos a sofrer.

R.

4 comentários:

c. disse...

essa dor, como uma cicatriz deixada na pele, não tem validade. fica para sempre como memória, como se fosse uma mapa das escolhas que fomos fazendo.

chegados a esse ponto resta-nos arriscar esfolar novamente os joelhos (e a alma) ou ficar a um canto imerso nas memórias do que já passou(?).

o certo é que, queda após queda, iremos aprendendo a defender-nos das armadilhas que surgem pelo caminho, enquanto procuramos a rota certa...

c.

Monikyta disse...

a dor n tem prazo de validade, mas o[s] [des]amor[es] têm...e isso dói mt mais...

bj meu

Porcelain Doll disse...

O prazo de validade da dor talvez seja tanto maior quanto o tamanho do amor que procuramos... um amor cujo fim é desde logo adivinhado é um amor que traz nos seus braços importantes lições... enfrentar a dor e viver e amar sem a temer, acaba por trazer para nós quem nos entenda... até porque nós próprios nos entenderemos melhor...

Bonito texto. :-)

Bj

Putty Cat disse...

Tudo dito, querido anjo.
A dor tem, de facto, a validade da emoção...

Já tinha saudades da tua atmosfera.


Beijo Meu.