3.10.06

A (renovada) face de um anjo

Pois é... o ladrão de almas voltou. Como tudo o que começa de repente, por vezes o ímpeto inicial esbarra com a preguiça que parece apenas aparecer quando não deve.E assim, a ideia inicial diluiu-se e saiu frustrada - tempo, então, de repensar a jornada.

E volvido o tempo necessário para retemperar ânimos e vontades, a outra face do anjo volta a espelhar as suas cores no rio da grande cidade. Esperando que, desta vez, o reflexo se mantenha brilhante por muito tempo...

R.

1 comentário:

matie disse...

jà la estive.
Vamos la ver se se mantém brilho.
:)